quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Eternidade do Eco...

Alterar o ritmo?! Não quero! Alterar o mode?! Não quero! Alterar o timing da minha gargalhada?! Não quero! E quero subscrever por favor!! Quero! Quero para não mentir outra vez!
Esta agradabilidade piedosa para comigo própria, a minha embriaguez azeda!
Sentada ao teu lado jurei poupar-me poupando-te. Porém, não é conforto. Odeio tal cadeira! Sabe a nada, é derrota com bandeira pirata esfarrapada, não se lhe sente já o enfadonho assento. Quero sentir! Quero ver-vos a vocês sentados nessa plateia sem linha da vida. Sim, a vocês! Eu não estou. Fui ali... Fui ali ver-vos.
Sorrio e aceno, olho-te doce, sorrio para dentro, exteriorizo-me de tudo! E consigo. Consigo até olhar-me ao espelho. Já nem eu me vejo porque me vejo bem demais. Queria harmonia nesta perda sem sentido, esta perda sem ganha.
Foi nada, foi pouco, bem sei. Mas deixa-me anuir gentilmente, em invés deste NÃO! aparatoso, outra vez, deixa-me...
Tu deixas, tu não sabes. E quem não o permite, não sente o meu olhar doce quando me poupo poupando o mundo de mim. Anuíram-me a mim antes de ontem.
Atropelei palavras banais para não me lembrar de que não conheço o silêncio que desejo, sem desejo.
Vultos..., tu, eles e os outros.
O relógio segreda agora a madrugada, e lembrei-me de que logo sairei à rua e que atrás de mim estará a minha sombra, também ela disforme. Também ela maior e esguia.
Logo..., logo voltarei a esquece-la. E voltarei a olhar-te a ti e aos outros, com olhos doces. Ali.
Sou demasiado fraca dentro da minha armadura, para pontapear o que sabe a pouco, aqui sentada. Pouco..., pouco é tanto para mim, aqui , hoje. Quero. De momento quero mentir-me. Por favor, deixa-me...
Deixas sim. Eles deixam-me... Sempre.

Foi agradável esvaziar a jarra das flores esta noite..., estavam secas muito antes de as colher. - ...E a água? - Não a cheirei.
(...)

Imagem em Deviantart

2 comentários:

Vagabundo Social disse...

Gostei bastante da última parte, da metáfora das flores. Olha ca música nothing song é muito boa para relaxar e deixar um gaijo num estado híbrido, meio de descanço e meio reflexivo... bEiJoS

WillCanora disse...

Sigur Ros <3!