sexta-feira, 24 de julho de 2009

Partilhando...

"(...) Acenou-me adeus, gritei-lhe Adeus oh Esteves!
E o universo reconstruiu-se-me sem ideal nem esperança, e o Dono da Tabacaria sorriu."

Tabacaria, o meu poema de eleição de Álvaro de Campos.
( Ler poema completo aqui. )


Another World by Antony & The Johnsons

2 comentários:

Vagabundo Social disse...

i apagam-me assim us comentários... ai jasus, nunca mais cá venho. Só queria dizer que me tinha assustado por pensar que era maizuma música da tal preta; e que o Fernando Pessoa se ainda coexistisse connosco, como era um gaijo solitário, provavelmente frequentaria o "nosso" chat. Agora vê lá se apagas, que eu escrevo isto outra vez, péra lá... LOL beijos

WillCanora disse...

Tive de reescrever o post porque este blog, temperamental,como n podia deixar de ser, teve (e tem) problemas de html.
Whatever. Fernando Pessoa era um solitário social, um analista, um divagador... , ainda era da época do papel...e ainda bem! LOL:)