sábado, 6 de fevereiro de 2010

A e Z

A figuração do tempo desfez-se hoje à minha frente.
Subindo aquela sinuosa colina apercebi-me de que ambos os ciclos, do ser humano e do tempo, podem ser catastroficamente separáveis. Ilogicamente desencontrados. Acidentalmente descompassados.
E como eu gosto de cataclismos!

2 comentários:

daniela gomes disse...

nunca me canso de o ouvir

astolfo disse...

Fossem os ciclos compassados, e havia de ser sinuoso o caminho...
Há sempre um cataclismo.

*